146 assassinatos de mulheres irão a julgamento em Conquista

A Vara do Juri de Vitória da Conquista tem dado celeridade aos processos, inclusive aos casos que envolvem morte de mulheres. A Vara acumula 146 processos em que mulheres foram vítimas. Muitos casos são tratados como feminicídio. Na última semana, por exemplo, um homem foi considerado culpado pelos jurados por matar a companheira de 13 anos, que estava grávida.

Segundo o Juiz Titular da Vara do Juri, Reno Viana, o esforço é de dar celeridade aos julgamentos, mesmo com as limitações estruturais.

Assista a entrevista concedida pelo Juiz;