Sudoeste baiano: Bebê sofre fratura no fêmur após cesárea; hospital alega ‘parto difícil’


Uma recém-nascida teve uma fratura no fêmur da perna direita após um parto cesárea realizado no Hospital Geral de Ipiaú, município do Sudoeste da Bahia. A filha da massagista Maria Aparecida de Jesus Souza, de 24 anos, nasceu no dia 9 de março e, desde então, reclama de dores e chora muito, de acordo com a mãe. Diretor do Hospital Geral de Ipiaú, o médico João Henrique Cruz Sampaio, declarou que a fratura ocorreu depois de um parto pélvico, em que o bebê fica sentado no útero. “É um parto muito difícil. Infelizmente, quando a criança saiu na primeira fase do parto, na saída do útero, teve a fratura no fêmur da perna direita”, disse o diretor ao G1. O hospital buscou prestar assistência a recém-nascida e conseguiu viabilizar o atendimento para a criança, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). “Ela foi ao Hospital Estadual da Criança, em Feira de Santana, mas o médico de lá diz que o tipo de cirurgia não pode ser feito com a idade que a criança tem e pediu para voltar no dia 3 de abril para uma consulta”, disse o diretor. A mãe acredita que a fratura pode ter ocorrido por conta de um “mau jeito” na retirada da criança. “Eu acho que foi não por ele (médico) querer, mas pode ser o mau jeito que tirou ela. O hospital disse que era normal porque foi parto pélvico e que acontece para salvar a mim e a ela, mas isso se fosse um parto normal, mas em cesariana não entendo a justificativa dele”, reclamou. A menina saiu da unidade com a perna engessada e permanece chorando e com dores, segundo conta a mulher. “Ela está se recuperando sozinha, sem remédio. Os médicos não passaram medicação nenhuma”, falou Maria Aparecida.

Assista: Protesto na Uesb de Itapetinga


Veja também

Assista: Jovem atropelada pelo marido em Itapetinga segue internada em estado grave; família pede que o acusado seja preso

Itapetinga: Marcos Brasil comenta construção de muro; confira

Itapetinga: Mototaxista fica ferido em acidente na Júlio José Rodrigues; assista

Itapetinga: Moradores do Quintas do Sul estão abandonados pela prefeitura e câmara de vereadores; assista

Bahia: Mãe tenta marcar exames para filha e descobre que menina está ‘morta’ para SUS


Uma mãe de Teixeira de Freitas, no extremo sul da Bahia, tomou um susto quando foi marcar exames para a filha de 9 anos. De acordo com o cadastro no Sistema Único de Saúde (SUS), a criança estava morta. Fabrícia dos Santos Xavier levou a filha, Emelly Xavier Lima, até o posto de saúde do bairro João Mendonça para marcar exames de sangue, fezes, urina e hormônios, na última quinta-feira (22), mas não conseguiu. “O atendente que trabalha no posto informou que a minha filha estava morta e não conseguiu marcar [os exames]. Não sei o que aconteceu, porque até então achava que estava normal”, reclamou a mãe ao G1. No registro do cartão do SUS de Emelly, a data de óbito coincide com a data de nascimento da criança: 3 de julho de 2008. Fabrícia tentou resolver o problema na Central de Regulação da cidade, mas conta que foi informada de que deveria ligar para o Ministério da Saúde. Até então, ela não conseguiu contato com a pasta pelo número indicado. De acordo com o Ministério da Saúde que, em nota, o erro foi cometido por um funcionário do Complexo Regulador de Saúde de Teixeira de Freitas, no ato do preenchimento dos dados do paciente. Ainda segundo o ministério, situações como essa podem ser corrigidas diretamente pelas unidades de saúde onde a informação inconsistente foi identificada (óbito indevido). “Nestes casos, qualquer operador vinculado ao estabelecimento de saúde (operador do CadSus) deve entrar em contato com a Central de Atendimento 136, opção 8, onde será orientado a encaminhar ofício digitalizado para que a situação seja regularizada.

Itapetinga: Sem sinalização, carro fica no meio da pista por quase 3 horas após acidente


Moradores chamaram o site Itapetinga Repórter (77 8822 7743), na noite de sábado, dia 24 de março, por conta de um acidente de trânsito nas proximidades do Parque Poliesportivo da Lagoa, principal cartão postal da cidade. A colisão envolveu um veículo Fiat Strada, que bateu contra uma estrutura de concreto da rotatória, próximo ao Tiro de Guerra.

Ao Repórter, o motorista do carro, Ademar dos Santos Silva, informou que chovia no momento do acidente e por causa da falta de visibilidade ele acabou batendo o veículo. Apesar do susto e danos materiais, ninguém se feriu.

O contato dos moradores também tinha outro objetivo, além da divulgação do acidente. É que o carro só foi removido do local aproximadamente três horas depois do ocorrido. Neste período, o veículo ficou parado no meio do cruzamento, sem nenhum tipo de sinalização.

O telefone da Coordenadoria Municipal de Trânsito (Comutran) chamava, mas ninguém atendia. Uma equipe da Polícia Militar também esteve no local, porém, não conseguiu contato com o órgão regulador de trânsito de Itapetinga. Enquanto isso, chovia forte na cidade.

Antes da chuva passar, um agente da Comutran, numa motocicleta pertencente ao órgão de trânsito, chegou ao local. Ele estava sozinho e com a roupa ensopada. Imediatamente, o agente providenciou a retirada do carro da avenida e liberou a via. Depois, registrou a ocorrência e chamou o guincho.

Como não houve vítima, o dono do carro poderia ter retirado o veículo do local. Em seguida, aguardasse para registrar o caso. Quem lhe garante esse direito é o próprio Código de Trânsito Brasileiro (CTB) no seu artigo 178.

O outro lado

Para entender o que aconteceu. Em nome do bom e velho jornalismo, o Itapetinga Repórter esteve, na manhã desta segunda-feira (26), na sede da Coordenadoria Municipal de Trânsito (Comutran), no Bairro São Francisco de Assis. Lá, não encontramos o coordenador (Cláudio Souza), mas encontramos pessoas que tem autorização para falar por ele, na sua ausência.

A justificativa do órgão é que, no momento do acidente, havia uma operação da Comutran em andamento para a retirada de animais de grande porte de vias públicas da cidade. Como estava chovendo, o telefone apresentou problemas. Por isso, ficou praticamente impossível acionar os agentes.

O órgão informou que tem 4 motocicletas, mas que não possui nenhum carro para atender as ocorrências. Disse ainda que não existem roupas ou acessórios para esses profissionais, independentemente do tempo.

A Comutran também informou que será feita uma licitação para compra de botas, capas de chuva, acessórios e um carro. A parte ruim, é que não tem data pra isso acontecer.

Veja também

Assista: Jovem atropelada pelo marido em Itapetinga segue internada em estado grave; família pede que o acusado seja preso

Itapetinga: Marcos Brasil comenta construção de muro; confira

Itapetinga: Mototaxista fica ferido em acidente na Júlio José Rodrigues; assista

Itapetinga: Moradores do Quintas do Sul estão abandonados pela prefeitura e câmara de vereadores; assista

 

Itapetinga: Marcos Brasil comenta construção de muro; confira


Nos últimos dias, a construção de um muro, ás margens da Avenida Gilberto de Morais, gerou muitos questionamentos, em Itapetinga. As pessoas queriam saber a legalidade da obra e até ‘fake news’ sobre o assunto foi divulgado.

 

O empresário Marcos Brasil, dono do terreno, concedeu entrevista na Rádio Vida Nova FM, no último sábado (24), para falar sobre o assunto.

 

Na oportunidade, Brasil respondeu os questionamentos do apresentador (Jai Oliveira) e dos ouvintes do programa. Durante a entrevista, ele apresentou vários documentos, mostrando que a construção é legal. E que, na verdade, não haverá construção de condomínio, mas de um resort.

 

O Itapetinga Repórter disponibiliza logo abaixo a referida entrevista; confira!

Veja também

Assista: Jovem atropelada pelo marido em Itapetinga segue internada em estado grave; família pede que o acusado seja preso

Assista. Em Itapetinga, motorista supostamente embriagado bate o carro; mulher morre

Itapetinga: Mototaxista fica ferido em acidente na Júlio José Rodrigues; assista

Itapetinga: Moradores do Quintas do Sul estão abandonados pela prefeitura e câmara de vereadores; assista

Itapetinga: Grave acidente de moto no Parque Poliesportivo da Lagoa


 

Um acidente de trânsito deixou um motociclista ferido, na noite deste domingo, dia 25, em frente o Parque Poliesportivo da Lagoa, em Itapetinga.  

A vítima perdeu o controle da direção da moto depois de ter sido ‘fechada’ por um carro de passeio. Em seguida, o pneu dianteiro bateu no meio fio da avenida, lançando o motoqueiro contra o asfalto. Com a violência da colisão, o capacete que ele usava não estava afivelado corretamente e acabou se soltando. As informações são de pessoas que testemunharam a ocorrência.

 

Ainda segundo testemunhas, o motorista suspeito de provocar o acidente não ficou no local para socorrer o motociclista. O passageiro da moto também se feriu, mas não quis (por motivo desconhecido) aguardar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

 

Identificado pelo prenome de Roberto, o condutor da motociclista sofreu um corte na cabeça e ferimentos nas pernas. Ele foi socorrido e levado para o Hospital Cristo Redentor pelo Samu.

 

Ao chegar no local do acidente, uma equipe da Coordenadoria Municipal de Trânsito (Comutran) retirou a moto da avenida para liberar o fluxo de veículos no trecho e depois registrou a ocorrência do caso.

Veja também

Assista: Jovem atropelada pelo marido em Itapetinga segue internada em estado grave; família pede que o acusado seja preso

Assista. Em Itapetinga, motorista supostamente embriagado bate o carro; mulher morre

Itapetinga: Mototaxista fica ferido em acidente na Júlio José Rodrigues; assista

Itapetinga: Moradores do Quintas do Sul estão abandonados pela prefeitura e câmara de vereadores; assista

Itapetinga: Quatro pessoas são detidas com revólver e cocaína em ponto de ônibus


Quatro pessoas, sendo dois homens e duas mulheres, foram apresentadas no Complexo Policial de Itapetinga, no interior da Bahia, na manhã deste domingo, dia 24, depois de serem detidas na saída de uma casa de shows em Bandeira do Colônia, distrito pertencente ao município de Itapetinga.

Conforme a Polícia Militar de Itororó, responsável por atender a ocorrência, a abordagem aconteceu por volta das 7h30, em um ponto de ônibus, próximo a casa de festa o ‘Bandeirão’. Os PMs receberam informações de pessoas armadas e consumindo drogas no estabelecimento comercial. Na ação, os policiais apreenderam cinco buchas de cocaína e sete capsulas da mesma droga. A droga estava com Igor Mota Santos.

Ainda durante a ocorrência, um revólver calibre 38, carregado com cinco munições, foi apreendido na bolsa de Graziele de Oliveira Chaves. Ao todo, quatro pessoas foram levadas para a delegacia.

A Polícia Civil autuou em flagrante José Brás Cardoso da Silva Filho por porte ilegal de arma. Detalhe, o revólver está com a numeração ‘raspada’ e não cabe fiança. O homem permanece preso, á disposição da Justiça Criminal.

Igor, Graziele e Kamila vão responder por uso de drogas. Os três foram liberados depois que assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

Assista: Jovem atropelada pelo marido em Itapetinga segue internada em estado grave; família pede que o acusado seja preso

Assista. Em Itapetinga, motorista supostamente embriagado bate o carro; mulher morre

Itapetinga: Mototaxista fica ferido em acidente na Júlio José Rodrigues; assista

Itapetinga: Moradores do Quintas do Sul estão abandonados pela prefeitura e câmara de vereadores; assista

Conquista: Morte de casal ainda é um mistério; entenda a história


O delegado que esteve no local onde uma briga de casal resultou na morte do casal Eliana e Reginaldo Ribeiro Santos Mendes, solicitou da Perícia Técnica o exame residuográfico. A mulher morreu no local e Reginaldo no hospital.

O exame auxiliará a polícia a determinar quem matou o companheiro e se matou, por meio da detecção de resíduos de pólvora da mão do atirador.

As primeiras informações apontam que a mulher, Eliane, foi a autora do crime. Entretanto, a Polícia diz que não é possível afirmar com precisão quem efetuou o disparo e por isso foi solicitado o exame residuográfico.

A coleta do material será realizada e encaminhada para o laboratório em Salvador. O laudo deve sair após 30 dias. (blitzconquista)

Itororó: Corpo de motociclista desaparecido é encontrado na BA-263


Um homem de 57 anos que estava desaparecido desde quinta-feira (22) foi encontrado morto, na noite deste sábado (24), na rodovia que liga os municípios de Itororó e Firmino Alves, no interior da Bahia.

O corpo de Edinaldo Miranda dos Santos, encontrado por amigos e familiares, estava dentro do mato, ás margens da pista, próximo ao distrito de Rio do Meio. O cadáver, em estado de decomposição, se encontrava ao lado da motocicleta da vítima, uma Honda Bros.

Natural de Itororó, cidade em que morava e construiu família, ‘Ildo’, com era conhecido, teria ido até uma fazenda no município de Camacã, na região Sul do estado. Como não retornou para casa nem manteve contato com a família, o homem passou a ser considerado desaparecido.

A principal suspeita é que ‘Ildo’ tenha sido vítima de um acidente de trânsito. As investigações são de responsabilidade da Polícia Civil, mas ainda estão no começo.

Depois do trabalho do Departamento de Polícia Técnica (DPT) no local do ocorrido, o corpo foi trazido para o Instituto Médico Legal (IML) de Itapetinga, onde passará por exame de necropsia. Em seguida, será liberado para os familiares.

Assista: Jovem atropelada pelo marido em Itapetinga segue internada em estado grave; família pede que o acusado seja preso

Assista. Em Itapetinga, motorista supostamente embriagado bate o carro; mulher morre

Itapetinga: Mototaxista fica ferido em acidente na Júlio José Rodrigues; assista

Itapetinga: Moradores do Quintas do Sul estão abandonados pela prefeitura e câmara de vereadores; assista

STF mantém condenação de Joaquim Barbosa por ofender repórter


Em decisão unânime, o Tribunal de Justiça do Distrito Federal manteve a condenação do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa. Na quarta-feira, dia 21, os desembargadores analisaram um recurso do ex-presidente da Corte máxima contra a decisão que o obriga a indenizar o jornalista Felipe Recondo.
Em outubro de 2016, Joaquim Barbosa foi condenado, por 3 votos a 2, pela 4.ª Turma Cível do Tribunal, a pagar R$ 20 mil por danos morais.
Em 2013, quando era repórter do Estadão, Felipe Recondo foi chamado de “palhaço” por Joaquim Barbosa e ainda ouviu do então ministro que deveria “chafurdar no lixo”.
No recurso julgado esta semana, o ex-ministro alega que a União deveria ser a responsável pelo pagamento da indenização. Joaquim Barbosa contesta a decisão do Tribunal de Justiça de convocar um desembargador de outra Turma para que houvesse desempate na decisão e tenta anular o julgamento.
Em 2013, Joaquim Barbosa atacou verbalmente Felipe Recondo. O ministro irritou-se ao ser abordado na saída de uma sessão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).
O repórter apenas iniciou a pergunta: “Presidente, como o senhor está vendo?”. Barbosa o interrompeu: “Não estou vendo nada”. O repórter tentou fazer nova pergunta, mas novamente foi impedido. “Me deixa em paz, rapaz. Vá chafurdar no lixo como você faz sempre”.
O jornalista tentou questionar a razão do comportamento do ministro. “Que é isso ministro, o que houve?”. Ainda exaltado, Joaquim Barbosa prosseguiu. “Estou pedindo, me deixe em paz. Já disse várias vezes ao senhor”, disse. O repórter disse que apenas lhe fazia uma pergunta, o que é parte de seu trabalho.
No mesmo tom, Barbosa afirmou que não responderia as perguntas. “Eu não tenho nada a lhe dizer, não quero nem saber do que o senhor está tratando”, afirmou.
O assessor de imprensa do ministro tentou tirá-lo do lugar, pedindo para que o ministro seguisse em frente. E quando estava à porta do elevador, na frente dos jornalistas, chamou o repórter de “palhaço”.
Mais tarde, o assessor divulgou nota com pedido de desculpas em nome do presidente do Supremo. No texto, alegou que Barbosa estava cansado e com dores nas costas – ele tem problemas crônicos na coluna – quando “respondeu de forma ríspida” ao repórter do Estadão. (portalimprensa)