Vídeo: idosa completa 104 anos e diz ser virgem

Dona Raimunda tem 104 anos e mora em Maranguape, no Ceará. Em entrevista ao programa Gente na TV, da TV Jangadeiro/SBT, ela revela que nunca teve um amor. A idosa conta que a mãe morreu quando ela tinha 10 anos e, por isso, priorizou ajudar o pai a criar as irmãs. “Nunca encontrei e nem … Leia Mais


Itapetinga: fiação de poste pega fogo e assusta moradores

Itapetinga- A fiação elétrica de um poste da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), localizado na Rua Sabino Fernandes, no Bairro Vila Isabel, pegou fogo, deixando moradores da localidade no escuro. O ocorrido foi no final do mês passado, a Coelba esteve no local e fez a substituição da fiação destruída pelo fogo, … Leia Mais


“Baiano lerdo”: empresa é condenada por humilhação

Uma empresa foi condenada a pagar indenização de R$300 mil após dois gerentes terem sido acusados de insultar, constranger e humilhar funcionários da Capital de forma preconceituosa, os chamando de “baiano lerdo”. De acordo com o G1, a empresa em que o crime ocorreu foi a Bematech, que atua no desenvolvimento de equipamentos para automação … Leia Mais



Idoso é atropelado por motoqueiro em Itapetinga

Um idoso foi socorrido e levado pelo Serviço de Atendimento de Urgência (Samu) para o hospital Cristo Redentor depois de ter sido atropelado na Avenida César Borges em Itapetinga. A ocorrência de trânsito foi no fim da noite desta terça-feira (2) próximo a Indústria Cidadã, quando a vítima tentava atravessar a via. Identificado como Izaulino … Leia Mais


Cenas urbanas: obra do Saae ainda não tem data para ser concluída

Moradores de Itapetinga sofrem, quase que diariamente, com a falta d’água em diferentes  bairros da cidade, principalmente  em pontos periféricos.  Entretanto, desta vez, o Centro da cidade, também foi atingido com o desabastecimento de água.

Na madrugada da última segunda-feira (1º), o rompimento de uma tubulação antiga do Serviço Autônomo de Água Esgoto (SAAE) acabou se rompendo, deixando os moradores dos Bairros Camacã e São Francisco de Assis sem o preciso líquido.  A equipe técnica foi acionada e, desde então, trabalha no local.

O ocorrido aconteceu na esquina da Rua Marechal Deodoro da Fonseca com a Rua Mariano Campos e deixou o trecho intransitável.   No período da noite, a visibilidade é muito pouca no local, a sinalização não é das melhores, e exige dos condutores (principalmente de motocicleta)  atenção redobrada.

Ao Itapetinga Repórter, o diretor do Saae, Alex Dutra, informou que a equipe de plantão está monitorando as partes altas e que o reabastecimento está sendo normalizado em toda cidade. “A nossa preocupação maior é manter a população abastecida”, disse.

A respeito do local onde aconteceu o rompimento da tubulação, o diretor informou que ainda não existe uma data para conclusão da obra, porque o estrago foi grande. “Vamos trabalhar para concluir tudo nos próximos dias, mas o calçamento será iniciado nesta quarta-feira”,  garantiu Alex Dutra; acrescentando que o problema da falta d’água no povoado de Palmares foi resolvido nesta terça-feira (2).


Atingido por bala perdida: menino esperou 5h por vaga em UTI

Atingido por uma bala perdida durante as comemorações do Réveillon, na zona sul da capital paulista, o menino Arthur Aparecido Bencid Silva, 5 anos, só conseguiu vaga em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) 5 horas após ter sido baleado.

Segundo informações do portal G1, o garoto brincava com bolhinhas de sabão no quintal de casa quando caiu no chão – em seguida, familiares perceberam que ele tinha um sangramento na nuca. A família relata que acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas a ambulância não era do tipo UTI móvel.

A equipe teria informado que retornaria com outra unidade, mas isso não ocorreu. De acordo com o primo da vítima, a criança foi levada pelos familiares para o Hospital Family, da rede privada, onde foi constatado que o garoto havia sido baleado. O centro médico não tinha UTI e o menino precisava ser transferido. “Aí passamos para os particulares, ligamos para o São Camilo, ligamos para o Metropolitano, no Sabará, no Albert Sabin, no que ia lembrando, nos próximos aqui da região, no Santa Cecilia. Ligamos em vários, gente. Nenhum tinha vaga. UTI Infantil. Será que nenhum tinha vaga? Nenhum?”, reclama a tia de Arthur, Rosana Aparecida. Quando a família conseguiu vaga, teve dificuldade de encontrar ambulância para a transferência.

O menino deu entrada no Hospital Pirajussara às 7h. ” Aí precisava de uma ambulância com médico, e o SAMU só as nove da manhã. Ai foi outra correria, a gente pediu pelo amor de deus para o médico daqui acompanhar ele na ambulância. A gente ia pagar a ambulância, mas não tinha médico. Nem pagando não tinha médico”, conta a tia. Procurada, a Secretaria Estadual da Saúde somente confirmou que o menino foi realmente ferido por arma de fogo e a Secretaria Municipal afirmou que não há registro de que a família tenha acionado o SAMU.

O 89º Distrito Policial (DP) investiga o caso.

A principal hipótese da polícia é de que o disparo que atingiu o menino tenha sido um tiro dado para o alto durante a queima de fogos de artifício para festejar a virada do ano.


Padre de MT causa polêmica após postar foto com arma em rede social

Uma postagem do padre Thiago Bruno, da Paróquia de São José dos Quatro Marcos, município a 343 km de Cuiabá, causou polêmica nesta terça-feira (2). Numa foto publicada no WhatsApp Status, o padre aparece deitado numa cama apontando uma arma e a mensagem #2018 escrita. A foto circula nas redes sociais.

Procurado pelo G1, o sacerdote afirmou que ainda deve se manifestar sobre o caso através de uma nota.

Após a repercussão da polêmica, um suposto amigo do padre afirma que a foto foi tirada na casa dele no dia 1º de janeiro. O homem alega que a arma usada na foto é um artigo de decoração e foi trazida junto com outros objetos da Espanha.

“São armas de decoração, que não dão tiro. São apenas armas do estilo faroeste daqueles filmes que comprei para fazer decoração”, declara o homem no vídeo.

Nas redes sociais, internautas repercutiram a foto com comentários a favor e contra o padre.

“Não importa se a arma é de brinquedo ou não! O que importa é a mensagem que ele passa, que não é nenhuma mensagem de paz”, diz um comentário.

Em outro texto, um internauta critica a atitude. “A atitude dele não condiz com a imagem que ele tem que passar para sociedade. Sem contar que armas não trazem a paz”, diz trecho de uma declaração.

Já em defesa do padre, alguns usuários da rede social dizem não ver maldade na foto. “Que mal tem isso? Uma pessoa de bem com uma arma? Ele também pode ter carro, faca, moto, etc”, diz o comentário.

Resultado de imagem para Padre de MT causa polêmica após postar foto com arma em rede social


Americana faz o próprio parto sem hospital e sem parteira

Depois de passar por uma experiência nada agradável em seu primeiro parto, realizado dentro de um hospital, a norte-americana Marissa Heckel decidiu fazer as coisas de forma diferente no nascimento do seu segundo filho. Moradora de Ohio, nos Estados Unidos, Marissa relatou em seu Facebook como o seu filho veio ao mundo sem qualquer assistência médica ou profissional e a história viralizou. Ela inicia o post contando um pouco de como sofreu para ter a sua primeira filha no hospital, três anos antes, lembrando que foi maltratada e intimidada durante o parto porque não queria receber anestesia. O episódio a fez escolher o parto domiciliar no momento que soube que estava grávida novamente. “Meu marido me apoiou o tempo todo, já que respeitou meu corpo e minha escolha de estar em um ambiente livre de estresse”, contou Marissa na postagem. Além de optar por um local diferente, a americana também resolveu abrir mão da ajuda de um médico ou uma parteira, pois não gosta “de ninguém me dizendo o que é melhor para mim e meu bebê”, como colocou em seu texto. Ela também afirma que a decisão não teve nada a ver com as condições financeiras do casal. “Foi mais uma oportunidade para eu provar aos outros que Deus fez nossos corpos para parir e que os hospitais nunca foram uma norma”, falou ela.


Com tudo previamente definido, Marissa esperou chegar a hora do seu filho nascer e deu à luz dentro do banheiro da própria casa, após 36 horas de trabalho de parto. O marido registrou o momento do parto e na foto que Marissa postou ela aparece de pé, com o filho recém-nascido nos braços. Ela aproveitou a oportunidade também para encorajar todas as mulheres que vão (ou pretendem) das à luz. “Se você está com medo ou pensando que não pode [parir], VOCÊ PODE!!! Não tenha receio, nossos corpos foram feitos para isso”, declarou.


‘Morreu de susto’: dona de cadela relata que animal perdeu a vida por causa dos fogos de artifício

A dona da cadela chamada Nina utilizou o Facebook para relatar sua indignação após o animal ter morrido de “susto” com o barulho dos fogos de artifício nesta virada de ano.

Com mais de 95 mil compartilhamentos, a publicação mostra a dona da cadela, que mora em São Paulo, carregando o corpo do animal. Ela também publicou vídeos com imagens capturadas pelas câmeras de segurança de sua casa que mostram a cadela agitada por causa dos fogos.

Em uma segunda publicação, a proprietária de Nina contou que a cadela nunca teve medo de fogos, mas não resistiu devido à grande quantidade de barulho muito próxima da casa. Os artefatos explosivos teriam sido soltos pelos vizinhos, que alugaram a residência para passar o réveillon.

 

(TNH1)