Brasil: Jovem é presa após divulgar foto de blitz em grupo de Whatsapp

Uma jovem de 21 anos foi presa após divulgar a foto de blitz realizada pelo Departamento Estadual de Trânsito de Roraima (Detran-RR) em um grupo no Whatsapp. O caso correu nesta quinta-feira (18) no bairro Santa Teresa, zona Oeste de Boa Vista. Segundo o agente de trânsito Elson Gomes, o Detran realizava uma fiscalização na … Leia Mais



Itapetinga: jovem se fingiu de morto para não ser assassinado

Um rapaz deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), na tarde desta quinta-feira (18), após ter sido amarrado e espancado, em Itapetinga. Ferido, Mateus foi encontrado pela Guarda Civil Municipal em um posto de combustível, próximo ao trevo que dá acesso ao município de Macarani. Foram os próprios moradores que acionaram os GCMs. O … Leia Mais



Homem é preso acusado de tráfico de drogas em Itapetinga

Itapetinga – O flagrante aconteceu na tarde desta quinta-feira (18) depois que uma equipe do Peto (Pelotão de Emprego Tático Operacional) atendeu uma ocorrência de denúncia anônima de tráfico de drogas no Bairro Primavera. Assista ao vídeo e confira os detalhes.


Bahia: Chefe do tráfico, esposa, filhos e genro são exterminados em emboscada na BR-101

Uma chacina foi registrada na noite desta terça-feira (16) no KM 956 da BR 101, na área urbana de 31 de Março, distrito de Mucuri, onde 05 pessoas foram executadas a tiros no interior de um veículo Fiat/Siena, vermelho, placa policial OZV 3191, licenciado em Alcobaça/BA.

Segundo informações dos moradores, o veículo reduziu no radar, momento em que foi interceptado e se deu início aos disparos de armas de fogo. Um dos tiros chegou a acertar o radar, e assim que o motorista perdeu o controle, os disparos continuaram. Após o fuzilamento, o veículo com os atiradores fugiram sentindo ao Espírito Santo. A Polícia Rodoviária Federal esteve no local, juntamente com a Polícia Militar e o delegado da Polícia Civil, Samuel Martins Neto.

No veículo estava o traficante, homicida e ex-interno do CPTF, Jalperaz do Espírito Santo Rocha, o vulgo “Soca” ou “Coroa”, líder do tráfico em Prado, Alcobaça, Caravelas e com ligações em Teixeira de Freitas e no Espírito Santo.

 

Jalperaz, o “Soca”, havia deixado o Conjunto Penal de Teixeira de Freitas, na tarde desta terça-feira, e seguia no veículo, juntamente com sua esposa Dilma Maria dos Santos Oliveira Rocha, 40 anos de idade, seus filhos Jalperaz do Espírito Santo Rocha Junior, 17 anos de idade, natural de Alcobaça e Gabriela Oliveira Rocha, 22 anos de idade, que estava grávida.

O veículo era conduzido pelo genro de Soca, Alan Cláudio de Sousa Felipe, 22 anos de idade. Os corpos ficaram crivados de tiros, assim como o veículo, que ficou completamente destruído. O delegado solicitou perícia e uma equipe do Departamento de Polícia Técnica de Teixeira de Freitas esteve no local, realizando os trabalhos periciais. Segundo os peritos Eder e Pablo, os corpos apresentavam diversos ferimentos pelo corpo, sendo a maiores nas regiões das costas e cabeças das vítimas. Foram encontrados estojos de munição 9 milímetros e .45, e no porta luvas do carro, munições calibre 9 milímetros intactas.

No carro, além dos documentos das vítimas, foi encontrado um caderno com anotações do tráfico de drogas e movimentação financeira. A suspeita é que o criminoso, que era temido no Prado e em Alcobaça, fosse passar um tempo no Espírito Santo, onde iria se reestruturar, na compra de armas e drogas e continuar mandando [agora de fora das grades] no tráfico do litoral Extremo Sul. Após perícia, o delegado autorizou remoção dos corpos, que foi realizada pelo agente Edmílson, ao IML de Teixeira de Freitas, onde serão submetidos à necropsia, nesta quarta-feira (17). A Polícia trata o caso com uma possível vingança de grupos ou facções rivais, tanto da Bahia como do Espírito Santo, já que “Soca” mantinha contatos também fora do estado. Ele era apontado como o autor de uma chacina ocorrida no Prado em 2012. Um inquérito policial será instaurado para investigar autoria e motivação do crime. LiberdadeNews


Bahia: Ex-pastor é preso suspeito de ter matado aposentada estrangulada com fio de aço

Um ex-pastor de uma igreja evangélica foi preso, nesta terça-feira (16), suspeito de ter matado a aposentada Rosimeire Costa da Cruz Andrade, de 52 anos, após estrangular a vítima com um fio de aço, na cidade de Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador. Outro suspeito é procurado pela polícia.

As informações foram divulgadas ao G1 pela Polícia Civil. O corpo da vítima foi achado dentro da casa dela, no bairro Brasília, no dia 10 de janeiro. Inicialmente, a polícia havia informado que a vítima tinha 65 anos, mas a idade foi corrigida.

O suspeito preso, identificado como Edmilson Macedo de Sena, que é pedreiro, seria o mentor do crime e teria cometido o assassinato para roubar os pertences da vítima, enquanto realizava uma obra na casa dela. Após a ação, ele e o comparsa, identificado como Jonas de Jesus Marques, fugiram com a bolsa da aposentada, o carro e alguns eletrônicos que estavam no imóvel, como televisão e DVD.

Conforme informou a polícia, o suspeito foi identificado após agentes da cidade encontrarem um envelope de pagamento de dízimo na casa da vítima. O papel estava em nome de um dos integrantes da igreja onde Edmilson Macedo atuava até seis meses atrás. Ao ser abordado pela polícia, o fiel identificou o suspeito.

Segundo a polícia, ao chegar na casa de Edmilson Macedo, os policiais encontraram os pertences da vítima e prenderam o homem, em flagrante, por latrocínio. O suspeito confessou o crime e levou os policiais até a casa do comparsa.

De acordo com a polícia, ao chegarem na casa do homem, a mãe e a mulher dele informaram para os policiais que ele havia fugido para São Paulo. O caso está sob investigação.

Após a ação, Edmilson Macedo foi encaminhado para a carcaregem da Delegacia de Repressão a Futos e Roubos (DRFR) de Feira de Santana, onde está à disposição da Justiça. O material encontrado com ele foi apreendido e também levado para a DRFR.


Itapetinga: após 4 baleados na “Piaba”, PC atende denúncia, prende 3 pessoas e apreende arma e maconha

Fotos: divulgação/21ª Coorpin

Uma ação da Polícia Civil (PC) de Itapetinga, no fim da tarde desta terça-feira (16), terminou com três pessoas presas, sob acusação de porte ilegal de arma, posse de drogas para consumo e cumprimento de mandado de prisão. A ocorrência policial aconteceu por volta das 16 horas, na Avenida Carmélio de Sá, no Bairro Américo Nogueira.

A polícia recebeu informações que uma das armas usadas na tentativa de homicídio que ocorreu no Bairro Nova Itapetinga e que deixou quatro feridos estaria escondida numa casa. As informações também davam conta de que os autores do crime estariam no imóvel.

Uma equipe, chefiada pelo delegado Roberto Júnior, deslocou-se até o local da denúncia, quando se deparou com Elias de Almeida Santos, correndo por uma rua. Durante abordagem, os agentes apreenderam com ele um revólver calibre 38 e 16 munições, escondidas numa sacola plástica.

No local, os policiais também cumpriram mandado de prisão em desfavor de Alescio Silva dos Santos, conhecido por “Vampiro”. Contra ele pesa uma acusação de crime sexual, ocorrido em 2009, no município de Itajuípe. Ainda durante a ocorrência policial, Anderson Fernandes Goveia Santos, conhecido como “Veim”, foi detido com três buchas de maconha.

O flagrante foi registrado na 21ª Coorpin (Itapetinga), onde Elias e Alescio permanecem presos, á disposição da justiça. Anderson foi liberado após prestar depoimento.

Notícia relacionada 

Itapetinga: menino de 7 anos baleado na porta de casa recebe alta médica 


Itapetinga: menino de 7 anos baleado na porta de casa recebe alta médica

Foto: ilustrativa

O menino de 7 anos que foi baleado, por volta das 11h30 desta segunda-feira (15), enquanto brincava na porta de casa, na cidade de Itapetinga, no sudoeste baiano, recebeu alta médica no fim da tarde do mesmo dia.

Conforme apurou o jornalismo do Itapetinga Repórter, o caso aconteceu no Bairro Nova Itapetinga, na localidade conhecida por “Piaba”, mais precisamente na esquina da Rua Lunolândia com a Rua Antônio Pereira Bispo.

Ainda conforme as informações, o menino de 7 anos brincava com outras crianças no local, quando apareceram dois rapazes numa motocicleta CG Titan, vermelha. Em seguida, o garupa sacou uma arma de fogo e atirou na direção do grupo. Houve correria, inclusive, um sítio ao lado serviu de esconderijo para alguns rapazes. Na ação, além da criança, outras três pessoas foram atingidas: dois adolescentes de 16 e 17 anos e um adulto de 18.

As vítimas foram socorridas e levadas para o Hospital Cristo Redentor pelos próprios familiares e amigos. A reportagem não conseguiu contato com o hospital, administrado pela fundação José Silveira, para obter informações atualizadas sobre o estado de saúde das vítimas.

Foto: reprodução/ redes sociais

A moto usada no crime foi tomada de assalto na última quinta-feira (11), próximo a Central de Abastecimento. Trata-se de uma CG Titan, 150 (vermelha), placa OUO 3061, licenciada em Itapetinga.

Briga entre traficantes rivais teria sido o motivo da tentativa de homicídio. A Polícia Civil está investigando o caso.

Noticia relacionada

Moto tomada de assalto em Itapetinga

Utilidade pública/Polícia Civil de Itapetinga

Bahia: OAB condena estupro de presos

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-BA) emitiu, nesta segunda-feira (15), uma nota que repudia o estupro cometido e filmado por detentos da 18ª Delegacia de Polícia de Camaçari. No caso, Daniel Neves Santos Filho e Carlos Alberto Neres Júnior, suspeitos de terem estuprado, torturado e matado um casal no município da Região Metropolitana de Salvador (RMS) (lembre aqui), foram obrigados a praticarem sexo entre si por outros detentos que filmaram a ação e espalharam o registro pelo Whatsapp (veja aqui). A OAB-BA entendeu que o caso é uma mostra de ausência de autoridades que deveriam fiscalizar e garantir a integridade dos presos e descreveu como “inadmissível” a presença de celulares com custodiados. “Como chegamos a tal ponto, em que indivíduos custodiados em uma unidade policial têm tamanha autonomia para aplicar “leis” próprias, ter livre acesso a aparelhos celulares e conexão à internet para compartilhar as atrocidades cometidas”, destacou a nota emitida pela seccional baiana e assinada pelo presidente da Comissão Especial de Sistema Prisional e Segurança Pública da OAB-BA, Marcos Luiz Alves de Melo. Segundo o advogado, o vídeo fez os crimes cometidos ganharem ares ainda mais “nefastos”. A entidade, por fim, diz esperar um posicionamento firme e efetivo da Secretaria de Segurança Pública (SSP) na fiscalização das unidades policiais sob a sua competência e que sejam assegurados os direitos daqueles que se encontram sob a tutela do Estado.