Bolsonaro se esconde no banheiro para escapar de xingamentos

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) teve que se esconder no banheiro na tarde desta terça-feira (3) para escapar de uma passageira que passou a cercá-lo e a chamá-lo de “lixo” na sala de embarque do aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Quase sempre acompanhado nos terminais por seguidores que o aplaudem, gritam palavras em … Leia Mais


Pesquisa DataPoder360: Bolsonaro lidera todos os cenários sem Lula

A pesquisa do instituto DataPoder360 revelou que Jair Bolsonaro (PSL) segue na liderança isolada na corrida pela Presidência da República. Nos três cenários testados, o deputado federal pontua de 21% a 25%, conforme a combinação de nomes apresentados, sem a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ciro Gomes (PDT) se consolidou em segundo, … Leia Mais


PT quer gravar vídeo de Lula na prisão para campanha presidencial

Com os trabalhos voltados para a pré-candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o Partido dos Trabalhadores vai tentar gravar um vídeo inédito de dentro da prisão. O objetivo é exibir o material no lançamento da candidatura do petista, na cidade de Contagem, em Minas Gerais, na próxima sexta-feira (8). A informação é … Leia Mais




Especulado no PMDB, Imbassahy visita Pedro Tavares, presidente da legenda na Bahia

O deputado federal Antonio Imbassahy (PSDB) visitou nesta terça-feira (13) o presidente do PMDB na Bahia, deputado estadual Pedro Tavares, na Assembleia Legislativa a da Bahia (AL-BA).

Contatado pelo Bahia Notícias, o peemedebista disse que a “pauta foi demandas dos municípios, porque a gente vai votar junto”.

Questionado se no cardápio da reunião falaram sobre a possibilidade de o tucano ingressar na sigla, Tavares negou. “A gente também discutiu questões políticas eleitorais. Nada sobre mudança partidária”, contou. (BN)


MPF pede que Lula seja preso após julgamento de recursos em caso do tríplex

O Ministério Público Federal (MPF) pediu nesta segunda-feira (5) que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja preso após o julgamento dos recursos apresentados pela sua defesa como parte do processo do trÍplex localizado na cidade do Guarujá, em São Paulo.

Segundo informações do G1, a recomendação foi feita como parte da resposta aos embargos de declaração ajuizados pelos advogados de Lula, que apontaram 38 omissões, 16 contradições e cinco obscuridades. Para a defesa do ex-presidente, a manifestação do MPF não conseguiu rebater as “inúmeras omissões e contradições demonstradas no recurso”.

Na avaliação dos advogados, a correção das falhas acarretaria na absolvição.


Wagner teria recebido R$ 82 milhões por esquema envolvendo Fonte Nova Participações

 

O ex-governador Jaques Wagner teria sido beneficiário de R$ 82 milhões no esquema envolvendo a parceria público-privada (PPP) com a Fonte Nova Participações. A informação foi divulgada pela chefe da Delegacia de Repressão a Corrupção, Luciana Matutino, no âmbito da Operação Cartão Vermelho, deflagrada na manhã desta segunda-feira (26). De acordo com Matutino, os valores foram entregues em espécie, através de um preposto da Odebrecht, Cláudio Melo Filho – um dos executivos que formalizou o acordo de colaboração premiada com a força-tarefa da Operação Lava Jato. Segundo a delegada, o executivo da Odebrecht entregava os valores também a prepostos do ex-governador, no caso o atual secretário da Casa Civil, Bruno Dauster, e o empresário Carlos Daltro. A única exceção teria sido um montante entregue na residência da mãe de Wagner, no Rio de Janeiro. Luciana esclarece ainda que a maioria das doações não foi voluntária. “Uma [doação] que é mais específica, em que o seu Marcelo Odebrecht colocou como condição que ele só doaria pra campanha eleitoral de 2014 se a questão da Fonte Nova fosse resolvida. A questão da Fonte Nova seria o pagamento de valores para o consórcio OAS Odebrecht”, explica a delegada, acrescentando que o aditivo foi definido em R$ 90 milhões em 2013 e que foi negociado um acordo de pagamento de mais de R$ 10 milhões em 2014, sendo que parte desse montante foi obtido em acordo da Companhia Ambiental e de Recursos Hídricos da Bahia (Cerb). A investigação apontou que a OAS Odebrecht queria que o valor da obra fosse aumentado, mas para não levantar questionamentos por parte da sociedade civil, o então governador Jaques Wagner decidiu utilizar a dívida que o governo tinha com a Cerb para acertar a negociação (saiba mais sobre o caso). “Dentro desses R$ 360 milhões, que foi negociado de pagamento da dívida, uma boa parte seria pra doação de campanha de 2014 e naquele ano existiu a doação oficial pela Itaipava de R$ R$ 3,5 milhões”, detalha Luciana. Em 2014, o PT se dedicou à campanha para eleição do governador Rui Costa, sucessor de Wagner na Bahia. (BN)


STF julgará auxilio-moradia de juízes

O Supremo Tribunal Federal (STF) marcou para o dia 22 de março o julgamento do mérito das liminares que asseguram o pagamento de auxílio-moradia a todos os juízes do país, incluindo juízes federais, da Justiça Trabalhista, da Justiça Militar e estaduais.

De acordo a Agência Brasil, as liminares que determinam o pagamento foram aprovadas pelo ministro Luiz Fux em 2014 e na época os tribunais foram notificados para iniciar o pagamento do benefício de R$ 4,3 mil mensais. Fux entendeu que o auxílio está previsto na Lei Orgânica da Magistratura (Loman – Lei Complementar 35/1979). Segundo a Advocacia-Geral da União (AGU), o custo anual do auxílio aos cofres públicos é de aproximadamente R$ 435 milhões.

A situação chegou ao STF após alguns magistrados e a Associação dos Juízes Federais (Ajufe) alegarem que o auxílio-moradia está previsto pela Loman, mas o pagamento não era cumprido. (BN)


Petistas tentam convencer Lula a trocar de advogado

Figuras petistas têm aconselhado ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de forma cautelosa, a dispensar o advogado Cristiano Zanin, que faz sua defesa.

De acordo com a coluna Expresso, da revista Época, eles consideram que a estratégia de confrontar juízes e desembargadores não ajudou o petista na Lava Jato e que mantê-la no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e no Supremo Tribunal Federal (STF), aos quais Lula deve recorrer, será um erro fatal.

No entanto, a possibilidade de o ex-presidente fazer uma mudança na defesa é considerada remota, já que ele confia em Zanin. (BN)