Advogado criminalista explica próximos passos após condenação de Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está com opções restritas para fugir da possibilidade de começar a cumprir a pena de 12 anos e um mês de prisão determinada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). A Corte confirmou nesta quarta-feira (23) a sentença condenatória do juiz Sergio Moro e acabou majorando a … Leia Mais


Situação de Lula impacta na Bahia

O julgamento do recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Tribunal Regional Federal da 4ª Região, agendado para esta quarta-feira (24), é mais do que uma página importante no cenário político brasileiro. O episódio será também um divisor de águas para a campanha eleitoral de 2018 no plano federal, mas com impactos diretos … Leia Mais



Advogado de Geddel nega que recebeu R$ 50 mil de ex-assessor dos Vieira Lima

O escritório de Gamil Föppel respondeu a acusação de que teria recebido R$ 50 mil em espécie do ex-assessor de Geddel Vieira Lima. Segundo o advogado, seu escritório recebeu apenas pagamentos do cliente peemedebista mediante nota fiscal, como determina o Fisco do País. Föppel negou ainda que o ex-assessor dos Vieira Lima, Job Ribeiro, tenha … Leia Mais



PT fecha calendário de atos pró-Lula

Visando mobilizar militantes contra uma possível condenação, dirigentes do Partido dos Trabalhadores (PT) fecharam calendário de atos em apoio ao ex-presidente Lula.

De acordo com a Folha de S. Paulo, o ex-presidente participou do encontro com a cúpula do partido supostamente para discutir programa de governo com a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR). Informações da Folha apontam que os eventos estariam sendo programados em conjunto com a Frente Brasil Popular e que as mobilizações teriam início no sábado (13), com atos em várias capitais brasileiras.

No domingo (21), o Movimento dos Trabalhadores sem Terra (MST) montará um acampamento em Porto Alegre, cidade onde o TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) julga o recurso do ex-presidente. Dependendo da decisão do caso do tríplex no Guarujá (SP), que será tomada no dia 24 de janeiro, Lula poderá ficar inelegível.

O pré-candidato a presidência estaria querendo levar a candidatura até onde for possível. Ainda não se sabe se Lula irá a Porto Alegre na época do julgamento, já que a presença dele com os militantes petistas poderá ser vista como afronta ao Judiciário.


Rui prefere esperar ‘tempo certo’ para falar de eleições: ‘Prematuro qualquer decisão’

O governador Rui Costa preferiu não entrar em detalhes ainda sobre as articulações da chapa para as eleições de outubro, quando deve se candidatar à reeleição.

Durante entrega do terminal de ônibus na rodoviária de Salvador nesta quinta-feira (4), o petista disse que é preciso esperar o “tempo certo”. “É prematuro qualquer decisão. (…) As coisas podem mudar a depender do cenário que se coloque. Tem que ter paciência pra tomar definições no tempo certo, pra acertar. Espero que a gente consiga nesse início de ano fortalecer nossas ações, esperando que a gente possa receber do governo federal aqui que a Bahia tem de direito. Só no metrô hoje temos medido e não pago R$ 102 milhões. Dos corredores, tenho medido e não pago R$ 80 milhões”, disse.

Por outro lado, o governador garantiu que, “evidente”, devem ter espaço na chapa o PT, o PSD e o PP, por causa da “posição de destaque” que possuem hoje. E, por falar em eleições, o tema sugere reforma administrativa pra desincompatibilizar secretários que queiram se canditar ao pleito deste ano. O prazo termina em 6 de abril, mas Rui não definiu ainda se levará todo esse tempo para exonerar todos os possíveis candidatos. “Até lá faremos. Não necessariamente serão feitas todas de uma vez, posso ir fazendo ao longo desses quatro meses”, acrescentou. (BN)


Ibope: Huck quer ficar nas pesquisas

Apesar de ter descartado a possibilidade de sair candidato à Presidência da República nas eleições de 2018, Luciano Huck pretende permanecer nas pesquisas do Ibope. Em conversa com o diretor da empresa de pesquisas, Carlos Augusto Montenegro, o apresentador do Caldeirão do Huck fez esse pedido.

A informação é do blog Painel, da Folha de S. Paulo, que aponta que os dois trocaram análises e o apresentador declarou que nenhum nome de centro, que tenha apoio do movimento “Agora!”, conseguiu se firmar como opção viável para disputar o cargo. De acordo com a publicação, Montenegro informou que até o momento, tudo não passa de especulação. “Henrique Meirelles teria que sair do Ministério [da Fazenda]… Até seis de abril as pessoas precisam deixar cargos e escolher partidos. Teremos um quadro melhor nessa data. Até lá estaremos fazendo pesquisas e teremos simulações, algumas com o Luciano Huck”, afirmou.

Após meses de especulação sobre a eventual candidatura do global, ele publicou um artigo negando que concorreria ao posto de presidente do Brasil.


Deputado quer garantir herança a espermatozoide

O deputado federal Vitor Valim (PMDB-CE) quer que espermatozoide tenha direito a herança. No dia 19 deste mês, reta final dos trabalhos no Legislativo, o parlamentar cearense protocolou o projeto de lei na Câmara dos Deputados.

Em sua justificativa, o legislador explica que o projeto garantiria que viúvas, cujos maridos falecidos tenham deixado material genético congelado, possam realizar a inseminação artificial e ter o patrimônio do bebê resguardado. “Entendemos que o direito à procriação caracteriza-se por ser um direito fundamental, devido à decisão tomada pelo casal ser livre de qualquer empecilho. Dessa forma, por exemplo, uma viúva cujo falecido marido deixou depositado o material genético par que fosse gerado um filho, não pode ter esse direito negado, pois sua decisão deve ser respeitada, principalmente se deixou declaração expressa e legítima nesse sentido. Inclusive possibilitando a esse filho o direito a sucessão dos bens patrimoniais do falecido”, justifica Vitor Valim.

“Nosso ordenamento jurídico é tímido ao tratar da paternidade, sobretudo nas hipóteses de reprodução assistida. Diante disso, faz-se necessário atualizar a legislação, a fim de garantir o direito do filho gerado por meio de inseminação artificial após a morte do autor da herança”, defende o parlamentar. (BC)


Vitória da Conquista volta a ser destaque no jornal Nacional; assista a reportagem do ‘esquema’ de Geddel

Para assistir a reportagem, clique aqui.

Um relatório da Polícia Federal aponta indícios de lavagem de dinheiro em fazendas da família do ex-ministro Geddel Vieira Lima.

Os documentos que levaram às suspeitas da Polícia Federal foram encontrados em buscas na casa de Marluce Vieira Lima, mãe do ex-ministro Geddel Vieira Lima. Ele está preso em Brasília desde setembro após a polícia descobrir R$ 51 milhões em malas e caixas em um apartamento supostamente usado por ele, em Salvador.

No relatório, que faz parte das investigações sobre lavagem de dinheiro da família Vieira Lima, a polícia relata que a família tem 12 fazendas, no interior da Bahia, que valeriam R$ 67 milhões, e que anotações feitas à mão mostram a existência de 9.296 animais nas fazendas da família.

Só que para as autoridades agropecuárias da Bahia, o número declarado oficialmente em 2017, segundo a PF, é bem maior: 11.855.

O relatório mostra como essa diferença poderia ter sido usada para lavar dinheiro: R$ 6,5 milhões com o chamado “gado de papel”.

Em Vitória da Conquista, na Bahia, onde ficam as fazendas, a arroba vale R$ 142. A arroba é medida de pesagem do boi. O animal é vendido a um frigorífico geralmente com 18 arrobas, ou seja, por R$ 2.556.

 

A Polícia Federal afirma que a compra e venda fictícias de gado é uma forma de lavagem de dinheiro muito utilizada. Há uma simulação do nascimento de novilhos e da venda desses animais, o que daria uma aparência de origem legal ao dinheiro.

E os investigadores também apontaram mais indícios de lavagem em uma outra frente: o jornal “O Estado de S.Paulo” publicou nesta quarta-feira (27) que a Polícia Federal apontou lavagem de R$ 6,3 milhões em fazendas de Geddel com o falso aluguel de maquinário, usando a empresa de Valério Júnior, que declarou ser secretário parlamentar do irmão de Geddel, o deputado Lucio Vieira Lima, desde 2009, e que pediu demissão em setembro.

A PF destacou que “o aluguel de elevado número de máquinas, por mais de 12 horas por dia durante três anos, reforça as suspeitas sobre a prestação do serviço, e que, aparentemente, a empresa não tem estrutura para o serviço ou para o volume de dinheiro que receberia”.

O JN não conseguiu contato com a defesa do ex-ministro Geddel Vieira Lima.