Em Itapetinga, homem perde três dedos ao explodir bomba; saiba como evitar acidentes com fogos


Época de festa de São João ou dia de jogo de futebol. Quem gosta de comemorar com fogos de artifícios e bombas precisa ter muito cuidado. Um morador do Bairro Nova Itapetinga perdeu três dedos da mão esquerda depois de acender uma bomba ‘batom’.

O acidente foi na tarde do último domingo (9), na Avenida Gerson de Oliveira, próximo a casa da vítima.

“Comprei duas bombas batom. Acendi uma e com a faísca a 2ª bomba também acendeu e estourou na minha mão”, disse Paulo Sérgio, 31 anos.

Ele informou ainda que só percebeu a explosão da 2ª bomba quando viu o sangue no chão. “Foi uma dor, um sufoco”.

A vítima foi socorrida pelos próprios amigos e depois transferida para o hospital de Base de Vitória da Conquista. Paulo já recebeu alta médica e se recupera em casa, mas precisa tomar os remédios e retornar ao médico nos próximos dias.

Desempregado e pai de uma menina de 12 anos, Paulo mora com a mãe. Antes do acidente, ele fazia alguns “bicos” de ajudante de pedreiro, pintor e carregava compras na Central de Abastecimento.

“Agora perdi meus três dedos, estou desempregado, não sei o que vai acontecer na minha vida”, lamentou.

Outros acidentes com fogos de artifícios ocorreram em Itapetinga nos últimos dias, mas o caso acima foi o mais grave.

Procurado pelo site Itapetinga Repórter, o bombeiro civil e chefe de brigada, Alexandre Santana, passou algumas informações que podem evitar acidentes com fogos de artifícios.

“Devemos ter cuidado desde o local onde está fazendo a compra. O estabelecimento comercial precisa ser credenciado pelo Corpo de Bombeiros e alvará da prefeitura. Na hora de soltar os fogos de artifícios, procure sempre um local adequado. No próprio produto, já traz algumas medidas de segurança. Assim que você comprar o produto, leia a embalagem”.

A reportagem apurou que as pessoas que vendem fogos de artifícios para menores podem ser responsabilizadas, caso ocorra um acidente com o artefato. Se o produto estiver com defeito, o comerciante ou a empresa também será responsabilizada, basta acionar a delegacia do seu município e apresentar provas.

No play abaixo você confere as informações do morador que perdeu os dedos ao soltar uma bomba, além das informações passadas pelo bombeiro civil e chefe de brigada, Alexandre Santana. Confira!