Itapetinga: eleitor é preso após fotografar voto na urna

Um eleitor, que não teve a identidade divulgada, foi detido na tarde desse domingo (28), acusado de usar um telefone celular para fotografar o próprio voto, no colégio Agroindustrial, no bairro Camacã. O flagrante aconteceu por volta das 12h40.

Uma equipe da Polícia Militar informou o caso a Polícia Civil, que registrou um termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) contra o jovem de 21 anos, que foi liberado para responder ao crime liberdade.

O caso foi comunicado a Justiça Eleitoral.

Violar ou tentar violar o sigilo do voto é crime, revisto no art. 312 da Lei 4.737/1965 .

Veja também

Oportunidade: Fórum de Itapetinga realiza leilão nesta quarta-feira, dia 31

Nova Canaã: Guarda municipal sofre tentativa de homicídio; acusado é preso e confessa o crime

Em Iguaí, jovem é encontrada morta com sinais de estrangulamento