Justiça manda prender jovem que matou o próprio pai em Itapetinga

O juiz de direito da 1ª vara criminal da comarca de Itapetinga, Dr Egildo Lima Lopes, mandou prender o jovem Gabriel de Souza Lima, 22 anos, autor confesso da morte do próprio pai, Edtor Pires Vieira, mais conhecido como Índio, de 74 anos.

A ordem judicial foi cumprida na manhã desta quinta-feira (8) por investigadores da delegacia de Itapetinga. O homem estava na porta de casa, no Bairro Clodoaldo Costa, quando foi surpreendido pelos agentes.

Esta foi a segunda prisão de Lucas. No dia 10 de dezembro do ano passado, investigadores da delegacia de Itapetinga, disfarçados, prenderam o jovem na estação rodoviária da cidade. A prisão ocorreu logo depois da morte do idoso, assassinado com várias facadas na rua Nid Dutra Amorim, no bairro Clodoaldo Costa. O mandado de prisão foi cumprido sete dias após o crime.

Na época, durante depoimento na delegacia, Gabriel confessou o assassinato do pai, dizendo que entrou em luta corporal com a vítima depois de ter sido agredido fisicamente. Ele se armou com uma faca que estava no local da briga e deu vários golpes no idoso.

Ainda durante o depoimento, Gabriel disse que o motivo do crime foi porque a vítima não queria recolhê-lo como filho.

Gabriel, que estava em liberdade provisória, recentemente foi mandado para o Tribunal do Júri e diante do resultado, dentro da sentença, o juiz optou por decretar a prisão dele.

O homem permanece preso na delegacia de Itapetinga.